quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Livro traz práticas em saúde da família no SUS

No Brasil, é relativamente pequeno o número de profissionais que trilham os caminhos da pós-graduação voltada para a Atenção Primária de Saúde na Estratégia da Saúde da Família. Apresentar os relatos desses profissionais é o mérito de “Intervenções possíveis no território – Práticas em saúde da família no SUS”, lançamento da Editora da UERJ organizado por Paulo Roberto Volpato Dias, Márcia Maria Pereira Rendeiro e Marcelo Henrique da Costa.

A proposta da obra é descrever experiências de intervenção em saúde da família a partir de projetos de conclusão do curso de especialização de saúde da família da UNA-SUS/UERJ nos últimos anos. O livro traz também a produção de docentes da faculdade de ciências medicas, enfermagem e odontologia da Uerj, responsáveis pela coordenação das áreas temáticas.

Os capítulos apresentam vivências que abordam temas como a formação do enfermeiro; o diálogo entre os saberes e práticas dentro da formação em saúde da família; a evolução do ensino a distância em odontologia no Brasil; o estresse ocupacional dos trabalhadores de enfermagem; a violência intrafamiliar ao idosos e o papel da estratégia saúde de família; além de outros temas não menos importantes.

Outro aspecto a se destacar é que a publicação remonta à experiência de construção e implementação da Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA-SUS/UERJ), projeto do Ministério da Saúde cuja finalidade é atender às necessidades de capacitação e educação permanente dos trabalhadores do sistema único de saúde, por meio de desenvolvimento da modalidade de educação a distância.

A participação da Uerj em projetos como Pró-Saúde e Telessaúde, assim como sua expertise em educação a distância e em gestão em Saúde da Família, foram fatores decisivos para que a instituição fosse convidada a ser parceira do Sistema Único de Saúde. O desafio era enfrentar uma das maiores dificuldades do SUS: formar e capacitar profissionais de saúde, conforme descrito  nas Diretrizes Curriculares Nacionais (2002), com as competências necessárias para atuação na Atenção Primária à Saúde.  A implementação da UNA-SUS/UERJ é tema do capítulo assinado por Paulo Roberto Volpato Dias e Márcia Maria Pereira Rendeiro.


O livro da EdUERJ aponta nove propostas de intervenção no território, de caminhos possíveis para a resolução de problemas em diversas realidades locais e de sua aplicabilidade, que constituem fonte de consulta e de novas possibilidades de atuação. Indicados para profissionais e estudantes ligados à área de saúde, trata-se de uma obra que contribui para o debate e para a circulação de ideias sobre a construção de novas agendas de educação permanente.